Termometria

Medir e vontrolar a temperatura de seu processo é fundamental. Deixe essa responsabilidade com a Termon, termopares, sensores e acessórios para total qualidade na sua medição.

Temperatura na Medida

A Termon é parceira dos maiores fabricantes de Termômetros Industriais. Possuímos ampla variedade de termômetros, medidores para aplicação Industrial e comercial.

CONHEÇA NOSSA LINHA DE PRODUTOS

Produtos em Destaque

A TERMON oferece uma ampla linha de termômetros industriais e assessórios.

  • Termo-Higrômetros Digitais

    Termo-Higrômetros Digitais

     

    Termo-Higrômetro Digital HTC 1 sem Cabo

    Memória de Máximo e Mínimo valor de medição;

    Exibe 12 / 24 horas ;
    Unidade de medição : ° C / ° F;
    Relógio e Calendário de função (mês e data), alarme.
    Faixa de temperatura: -10 ~ +50 ° C

    Faixa de umidade: 10% ~ 99% RH
    Resolução da temperatura: 0,1 ° C

    Precisão umidade: 1% RH
    Precisão da temperatura: ± 1 ° C

    Precisão Umidade: ± 5% UR (40% ~ 80%)

    Medidas  10,3X9,4X2,4 cm

    Alimentação 01 pilha AAA

     

    Termo-Higrômetro Digital HTC 2 com Cabo

    Memória de Máximo e Mínimo valor de medição;

    Exibe 12 / 24 horas ;
    Unidade de medição : ° C / ° F;
    Relógio e Calendário de função (mês e data), alarme.
    Faixa de temperatura: -10 ~ +50 ° C

    Faixa de umidade: 10% ~ 99% RH
    Resolução da temperatura: 0,1 ° C

    Precisão umidade: 1% RH
    Precisão da temperatura: ± 1 ° C

    Precisão Umidade: ± 5% UR (40% ~ 80%)

    Medidas  10,3X9,4X2,4 cm

    Alimentação 01 pilha AAA

    Cabo 1 Metro

     

    Termo-Higrômetro Digital Lcd Simples Cabo 1,5 m

    Faixa de temperatura: -50ºC ~ 70ºC

    Faixa de medição de Umidade: 10%RH ~ 99%RH

    Exatidão da umidade: 5%

    Umidade Display Resolução: 1%RH

    Precisão da temperatura: 1°C

    Tensão de funcionamento: 2 baterias LR44

    Dimensão: 48×28,5×15,2 mm

    Cor: Preto

    Cabo 1,5 Metros

     

    Termômetro-Higrômetro Digital LCD com Relógio

    Faixa de temperatura: -30 °C a 70 °C

    Precisão da temperatura: + – 1 °C

    Faixa de umidade: 10% rh 90% rh

    Resolução de umidade: 1%

    Dimensões do artigo: 81x71x10 mm

    Alimentação 01 bateria CR2032

    Relógio Digital Incluso

     

    Termômetro-Higrômetro Digital LCD Mini

    Faixa de temperatura: -50 °C a 70 °C

    Precisão da temperatura: +-1 °C

    Faixa de umidade: 10% rh 90% rh

    Resolução de umidade: 1%

    Dimensões do artigo: 43x43x13 mm

     

    Termo-Higrômetro Digital Lcd máximo e mínimo

    Faixa de temperatura: -50ºC a 70ºC

    Faixa de medição de Umidade: 10%RH ~ 99%RH

    Umidade Display Resolução: 1%RH

    Precisão da temperatura: 1°C

    Alimentação: 1 pilha AAA

    Dimensão: 10X70X19,5 mm

    Cor: Branco

    Sem cabo

  • Termostato

    Termostato

     

    O funcionamento básico de um termostato envolve um sensor de temperatura que detecta a temperatura ambiente e um interruptor elétrico que controla o funcionamento do sistema de aquecimento ou resfriamento. Quando a temperatura ambiente atinge um certo limite (configurado pelo usuário), o termostato ativa o sistema de aquecimento ou resfriamento para aumentar ou diminuir a temperatura. Uma vez que a temperatura atinge o intervalo desejado, o termostato desliga o sistema para evitar superaquecimento ou resfriamento excessivo.
    Os termostatos podem ser classificados em diferentes tipos com base no método de controle e na aplicação específica:

    Termostatos de Ambiente: Usados em sistemas de aquecimento e resfriamento residenciais e comerciais para controlar a temperatura ambiente.

    Termostatos Programáveis: Permitem que os usuários programem configurações de temperatura diferentes para diferentes períodos do dia, proporcionando economia de energia.

    Termostatos de Piso Radiante: Projetados para controlar a temperatura de sistemas de piso radiante, garantindo um ambiente confortável.

    Termostatos de Refrigeração: Utilizados em sistemas de refrigeração para manter a temperatura interna dentro de um intervalo específico.

    Termostatos de Aquecimento de Água: Controlam a temperatura da água em sistemas de aquecimento de água, como caldeiras e aquecedores de água.

  • Bomba de Calibração

    Bomba de Calibração para Manômetros até 1200 Kgf

     

    Máxima pressão admitida 1200 Kgf/cm2
    Vácuo (aproximadamente) 350 mmHg
    Fluído Hidráulico Verificar Observação
    Conexões dos ramais 1/2 BSP Fêmea
    Volante Modelo Timão de Alumínio
    Fuso Aço Inox
    Pistão Aço Inox
    Base Ferro Pintado

    Adaptadores de conexão

    1/8 BSP – 1/4 BSP –  3/8 BSP

    Manômetro para Teste Padrão até 800 kg

    O Manômetro Padrão A3 com escala de 0 a 800 kgf e 3.1/2 dígitos é um instrumento de medição de pressão altamente preciso e confiável. Possui um visor com diâmetro de 100 mm para facilitar a leitura das medições.

    Especificações:

    • Faixa de medição: 0 a 800 kgf/cm²
    • 3.1/2 dígitos para uma leitura precisa
    • Diâmetro do visor: 100 mm para uma fácil visualização
    • Saída reta com rosca de 1/2 BSP para conexão conveniente
    • Certificado de Calibração RBC, garantindo a precisão e a conformidade com os padrões de medição reconhecidos internacionalmente.

    Este manômetro padrão é ideal para aplicações que exigem medições precisas de pressão em uma ampla faixa, como em processos industriais, controle de qualidade, laboratórios de calibração, entre outros.

    A certificação RBC garante que o instrumento tenha sido calibrado e verificado de acordo com os padrões reconhecidos, garantindo assim sua precisão e confiabilidade.

    Acima de 800,0 Kgf entrar em contato.

    Máxima pressão admitida 1200 Kgf/cm2
    Vácuo (aproximadamente) 350 mmHg
    Fluído Hidráulico Verificar Observação
    Conexões dos ramais 1/2 BSP Fêmea
    Volante Modelo Timão de Alumínio
    Fuso Aço Inox
    Pistão Aço Inox
    Base Ferro Pintado

    Adaptadores de conexão

    1/8 BSP – 1/4 BSP – 3/8 BSP

    Manômetro para Teste Padrão até 800kg
    O Manômetro Padrão A3 com escala de 0 a 800kgf e 3.1/2 dígitos é um intrumento de medição de pressão altamente preciso e confiável. Possui um visor com diâmetro de 100mm para facilitar a leitura das medições.
    Especificações:
    • Faixa de medição: 0 a 800kfg/cm²
    • 3.1/2 dígitos para uma leitura precisa
    • Diãmetro do visor: 100mm para uma fácil visualização
    • Saída reta com rosca de 1/2 BSP para conexão conveniente
    • Certificado de Calibração RBC, garantindo a precisão e a conformidade com os padrões de medição reconhecidos internacionalmente
    • Este manômetro padrão é ideal para aplicações que exigem medições precisas de pressão em uma ampla faixa, como em processos industriais, controle de qualidade, laboratórios de calibração, entre outros
    • A certificação RBC garante que o instrumento tenha sido calibrado e verificado de acordo com os padrões reconhecidos, garantindo assim sua precisão e confiabilidade.
    Acima de 800,0Kgf entrar em contato
  • Transmissor de Pressão

    Transmissor de Pressão

    Um transmissor de pressão é um dispositivo usado para medir a pressão de fluidos (líquidos ou gases) em sistemas industriais e, em seguida, converter essa pressão em um sinal elétrico proporcional, geralmente uma corrente elétrica (4-20 mA) ou um sinal de tensão (0-10 V). Esse sinal elétrico pode ser transmitido a um sistema de controle, como um PLC (Controlador Lógico Programável) ou um sistema de automação, para monitorar e controlar o processo industrial.

    Os transmissores de pressão são amplamente utilizados em uma variedade de aplicações industriais, incluindo controle de processos químicos, controle de temperatura em sistemas de HVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado), monitoramento de pressão em sistemas hidráulicos e pneumáticos, e muitas outras aplicações.

    Eles geralmente consistem em um elemento sensor de pressão, que pode ser piezoelétrico, capacitivo ou baseado em strain gauge, que converte a pressão do fluido em um sinal elétrico. Esse sinal elétrico é então condicionado eletronicamente dentro do transmissor para garantir precisão e estabilidade, antes de ser transmitido ao sistema de controle.

    Ao escolher um transmissor de pressão, é importante considerar fatores como faixa de medição, precisão, compatibilidade com o fluido e ambiente, requisitos de instalação e comunicação, entre outros. Também é crucial garantir a calibração e manutenção adequadas do transmissor para garantir a precisão contínua das medições ao longo do tempo.

  • Termopar

    Termopar

    Termopar é um tipo de sensor de temperatura que consiste em dois condutores metálicos diferentes, geralmente feitos de materiais como cromel (liga de níquel-cromo) e alumel (liga de níquel-alumínio), ligados em uma extremidade. Quando essa junção é exposta a uma diferença de temperatura, uma tensão elétrica é gerada de acordo com a relação termoelétrica entre os metais. O princípio fundamental de funcionamento de um termopar é conhecido como efeito Seebeck, onde uma diferença de temperatura entre duas junções metálicas cria uma diferença de potencial elétrico entre elas. Essa diferença de potencial é proporcional à diferença de temperatura entre as duas junções e pode ser medida com um voltímetro para determinar a temperatura no local da junção fria.

    Os termopares são amplamente utilizados em uma variedade de aplicações de medição de temperatura, incluindo processos industriais, controle de temperatura em sistemas de aquecimento e refrigeração, medição de temperatura em motores e turbinas, monitoramento de temperatura em equipamentos de laboratório, entre outros. Uma das principais vantagens dos termopares é sua ampla faixa de temperatura de operação, que pode variar de -200°C a mais de 2000°C, dependendo dos materiais utilizados e das condições de operação. Além disso, eles são robustos, de resposta rápida e relativamente econômicos.

    Os tipos de termopares mais comuns são classificados de acordo com os materiais dos fios e suas faixas de temperatura de operação. Alguns dos tipos mais comuns são:

     

    • Tipo K (Cromel-Alumel):
        1. Faixa de temperatura: -200°C a 1350°C.
        2. É o tipo mais comum de termopar devido à sua ampla faixa de temperatura e custo relativamente baixo. 
    • Tipo J (Ferro-Constantan):
        1. Faixa de temperatura: -210°C a 1200°C.
        2. Tem uma faixa menor de temperatura em comparação com o tipo K, mas oferece uma resposta rápida e é resistente à oxidação. 
    • Tipo T (Cobre-Constantan):
        1. Faixa de temperatura: -200°C a 350°C.
        2. Possui uma faixa de temperatura mais baixa, mas é altamente sensível e é frequentemente usado em aplicações de baixa temperatura. 
    • Tipo E (Cromel-Constantan):
        1. Faixa de temperatura: -270°C a 900°C.
        2. Oferece uma boa estabilidade a temperaturas moderadas e é particularmente útil em ambientes corrosivos. 
    • Tipo N (Nicrosil-Nisil):
      1. Faixa de temperatura: -200°C a 1300°C.
      2. Possui uma faixa de temperatura semelhante ao tipo K, mas oferece uma melhor estabilidade em temperaturas mais altas e uma vida útil mais longa. 

     

    Tipos de Montagem:

    1 – Termopar Cerâmico

    Um termopar cerâmico é um tipo específico de termopar que emprega materiais cerâmicos em sua construção. Este tipo de termopar é geralmente usado em aplicações que envolvem altas temperaturas, ambientes corrosivos ou ambientes que requerem isolamento elétrico.

    Os termopares cerâmicos podem ser construídos com diferentes configurações e tipos de materiais cerâmicos, dependendo dos requisitos específicos da aplicação. Eles são conhecidos por sua durabilidade e resistência a ambientes hostis.

    Os materiais cerâmicos oferecem uma série de vantagens em comparação com outros tipos de termopares:

    • Resistência a altas temperaturas: Os materiais cerâmicos são capazes de suportar temperaturas extremamente altas, tornando-os ideais para aplicações de alta temperatura.
    • Resistência à corrosão: Muitos materiais cerâmicos têm excelente resistência à corrosão, o que os torna adequados para ambientes corrosivos.
    • Isolamento elétrico: Os materiais cerâmicos são bons isolantes elétricos, o que os torna úteis em aplicações onde o isolamento elétrico é necessário.
    • Estabilidade dimensional: Os materiais cerâmicos tendem a ter baixa expansão térmica, o que significa que mantêm sua forma e dimensões em uma ampla faixa de temperatura.

    2 – Termopar Convencional Básico

    Um termopar convencional básico é composto por dois fios metálicos diferentes, geralmente de metais nobres, que são unidos em uma extremidade para formar o “junção de medição” e conectados a um circuito elétrico. Quando há uma diferença de temperatura entre a junção de medição e a outra extremidade dos fios (chamada de “junção de referência” ou “junção fria”), isso cria uma diferença de potencial elétrico, conhecida como tensão termoelétrica, que é proporcional à temperatura.

    As principais características de um termopar convencional básico incluem:

    • Dois metais diferentes: Os termopares convencionais são feitos de dois fios metálicos diferentes. Os tipos de metais usados ​​determinam as características e a faixa de temperatura do termopar.
    • Junção de medição: É a junção onde as extremidades dos dois fios metálicos estão conectadas. É nessa junção que a temperatura a ser medida é aplicada.
    • Junção de referência: É a extremidade dos fios onde não há medição de temperatura. Essa junção é frequentemente mantida a uma temperatura constante e conhecida, chamada de temperatura de referência.

    Tensão termoelétrica: A diferença de temperatura entre a junção de medição e a junção de referência gera uma tensão elétrica, conhecida como tensão termoelétrica. Essa tensão é proporcional à diferença de temperatura e pode ser medida por um instrumento adequado.

    3 – Termopar com Poço de Proteção 

    Termopares com tubos de proteção metálica são utilizados em medição em meio a líquido e gases, em média e alta temperatura. Com o material de proteção adequado e dependendo das condições e da atmosfera do processo ou aplicação, podem ser utilizados até 1100ºC. São ideais onde o processo exige uma proteção com diâmetro maior do que normalmente disponíveis em termopares de isolação mineral e aplicações em serviços que se exigem sensores robustos. Em processos de pressões elevadas utilizar montagem com Tubos de Conexão rosqueada ou flangeada. 

    Principais características dos termopares com tubos de proteção:

    • Proteção contra ambientes hostis: Os tubos de proteção protegem o elemento sensor do termopar contra corrosão, abrasão, altas temperaturas, choques mecânicos e outros danos.
    • Material do tubo: Os tubos de proteção podem ser feitos de uma variedade de materiais, incluindo aço inoxidável, cerâmica, metais refratários, entre outros, dependendo das condições de operação.
    • Compatibilidade com a aplicação: Os termopares com tubos de proteção são projetados para serem compatíveis com uma ampla variedade de aplicações industriais, incluindo processos químicos, petroquímicos, metalúrgicos, siderúrgicos, entre outros.
    • Facilidade de instalação: Os tubos de proteção são projetados para serem facilmente instalados e substituídos, permitindo a manutenção do termopar sem interromper o processo.
    • Opções de design: Existem diferentes tipos de tubos de proteção disponíveis, incluindo tubos retos, tubos rosqueados, tubos com flanges, entre outros, para atender às necessidades específicas de cada aplicação.
  • Pressostato

    Pressostato

    O funcionamento de um pressostato geralmente envolve um sensor de pressão que detecta a pressão do fluido (líquido ou gás) em um sistema. Quando a pressão atinge um determinado valor pré-definido, o pressostato atua para abrir ou fechar um circuito elétrico, acionando ou desligando os dispositivos elétricos conectados a ele.

    Existem diferentes tipos de pressostatos, cada um adequado para diferentes aplicações e condições de operação. Alguns dos tipos mais comuns de pressostatos incluem:

    1.Pressostato Diferencial: Este tipo de pressostato monitora a diferença de pressão entre dois pontos em um sistema. Ele é comumente usado para controle de fluxo, detecção de filtros entupidos, controle de nível em tanques, entre outras aplicações.

    2.Pressostato de Baixa Pressão: Este tipo de pressostato é projetado para monitorar pressões baixas em sistemas, como sistemas de vácuo, sistemas de ar condicionado, sistemas de aquecimento, entre outros.

    3.Pressostato de Alta Pressão: Este tipo de pressostato é projetado para monitorar pressões altas em sistemas, como sistemas hidráulicos, sistemas de refrigeração, sistemas de gás, entre outros.

    4.Pressostato de Pressão Diferencial de Ar: Este tipo de pressostato é comumente usado em sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado (HVAC) para monitorar a pressão diferencial do ar e controlar o funcionamento de ventiladores, dampers, etc.

  • Transmissor de Temperatura

    Transmissor de Temperatura

    A função do transmissor de temperatura Termon é converter o sinal de temperatura proveniente de um sensor de temperatura, como um termopar ou uma termorresistência, em um sinal elétrico padronizado, como 4-20 mA ou 0-10 V, que pode ser facilmente lido, interpretado e processado por outros dispositivos eletrônicos, como controladores PLC, DCS, sistemas de supervisão, entre outros.

    Aqui estão algumas características e considerações importantes sobre os transmissores de temperatura:

    1.Compatibilidade com Sensores de Temperatura: Os transmissores de temperatura são projetados para trabalhar com uma variedade de sensores de temperatura, incluindo termopares, termorresistências (como PT100), termistores, entre outros.

    2.Precisão e Estabilidade: Transmissores de temperatura devem oferecer alta precisão e estabilidade para garantir medições confiáveis ao longo do tempo.

    3.Faixa de Temperatura: Eles devem cobrir uma ampla faixa de temperatura, dependendo das necessidades da aplicação específica. Alguns transmissores são projetados para operar em temperaturas extremamente altas ou baixas.

    4.Compensação de Junção Fria: Muitos transmissores de temperatura incluem recursos de compensação de junção fria para garantir medições precisas, mesmo quando há uma diferença de temperatura entre o sensor e o transmissor.

    5.Saída Padronizada: A saída do sinal elétrico é padronizada, geralmente sendo 4-20 mA ou 0-10 V, facilitando a integração com outros dispositivos e sistemas.

    6.Resistência a Ambientes Hostis: Em muitas aplicações industriais, os transmissores de temperatura devem ser capazes de suportar ambientes hostis, como altas temperaturas, umidade, vibrações e exposição a produtos químicos corrosivos.

    7.Calibração: Alguns transmissores de temperatura oferecem recursos de autocalibração ou calibração remota para garantir a precisão das medições ao longo do tempo.

  • Caixa Térmica com Termômetro Digital

    Caixa Térmica com Termômetro Digital

    Uma caixa térmica com termômetro para transporte de vacinas é uma solução essencial para garantir a integridade das vacinas durante o transporte, especialmente em situações em que é necessário manter a temperatura controlada para preservar a eficácia dos imunizantes.

    Aqui estão algumas características importantes a serem consideradas ao escolher uma caixa térmica com termômetro para esse fim:

    1.Isolamento Térmico de Qualidade: A caixa térmica deve ter um isolamento térmico eficaz para manter a temperatura interna estável. Isso geralmente é alcançado com materiais como poliestireno expandido (isopor) de alta densidade ou poliuretano.

    2.Capacidade Adequada: Escolha uma caixa térmica com capacidade suficiente para armazenar o número de doses de vacina necessárias para a sua aplicação específica. Considere também o tamanho das embalagens das vacinas para garantir um ajuste adequado.

    3.Termômetro Integrado ou Externo: Alguns modelos de caixas térmicas vêm com termômetros embutidos, enquanto outros têm termômetros externos que podem ser colocados dentro da caixa para monitorar a temperatura. Certifique-se de que o termômetro seja preciso e de fácil leitura.

    4.Faixa de Temperatura Apropriada: Verifique se a caixa térmica pode manter a temperatura interna dentro da faixa recomendada para armazenamento de vacinas. Geralmente, as vacinas são armazenadas em temperaturas entre 2°C e 8°C, mas isso pode variar dependendo do tipo de vacina.

    5.Durabilidade e Resistência: Escolha uma caixa térmica robusta e resistente, capaz de suportar as condições de transporte e manipulação. Procure por materiais duráveis, fechos resistentes e alças ergonômicas para facilitar o transporte.

    6.Portabilidade: Opte por uma caixa térmica leve e fácil de transportar, especialmente se ela precisar ser movida com frequência. Rodas ou alças retráteis podem ser úteis para facilitar o transporte.

  • Termoresistências P100

    Termoresistências P100

     

    Termorresistência é um tipo de sensor de temperatura que utiliza a variação da resistência elétrica de um material em função da temperatura para medir a temperatura de um sistema. Basicamente, quando a temperatura do sensor aumenta, sua resistência elétrica também aumenta, e vice-versa.

    Existem vários tipos de termorresistências, sendo os mais comuns aqueles que utilizam platina (PT100, PT1000) e níquel (Ni100, Ni1000) como elementos sensíveis. O termo “PT” refere-se a “Platinum”, enquanto “Ni” refere-se a “Nickel”. O número que segue indica a resistência nominal do sensor a uma determinada temperatura. Por exemplo, um PT100 tem uma resistência nominal de 100 ohms a 0°C.

    A termorresistência PT100 é uma das mais populares. Ela é composta por um elemento de platina encapsulado em uma cápsula protetora. À medida que a temperatura muda, a resistência elétrica da platina também muda de forma previsível e linear.

    Principais características das termorresistências:

    1.Precisão: As termorresistências oferecem alta precisão em uma ampla faixa de temperatura.

    2.Estabilidade: Elas tendem a ser estáveis ao longo do tempo, o que as torna confiáveis em aplicações de medição de temperatura.

    3.Linearidade: A relação entre a resistência elétrica e a temperatura costuma ser linear, facilitando a calibração e a interpretação dos dados.

    4.Resposta Rápida: Em comparação com outros sensores de temperatura, as termorresistências geralmente têm uma resposta rápida a mudanças na temperatura.

    5.Versatilidade: Podem ser usadas em uma ampla gama de aplicações industriais e científicas devido à sua robustez e precisão.

    6.Compensação de Cabo: Algumas termorresistências têm a capacidade de compensar variações de resistência devido à variação na resistência dos cabos de conexão.

    7.Resistência a Ambientes Hostis: Em muitos casos, as termorresistências podem ser encapsuladas em tubos ou cápsulas protetoras para proteção contra ambientes corrosivos ou abrasivos.

    A Termon é fabricante de Termoresistências, com profissionais que estão há mais de 20 anos no mercado de Termometria. Entre emcontato conosco e certamente teremos a solução que procura. As Termoresistências não são mantidas em estoque devido à infinidade de combinações de medidas possíveis.

  • Manômetros

    Manômetros

    Os manômetros Industriais são fornecidos em caixa e anel em aço carbono podendo ser fornecidos em inox. Para aplicações em locais sujeitos a intempéries, recomenda-se o uso de carcaça em aço inoxidável.

    Existem vários tipos de manômetros, cada um projetado para atender a diferentes necessidades e condições de operação. Alguns dos tipos mais comuns incluem:

    • Manômetro de Tubo Bourdon: Este é o tipo mais comum de manômetro e opera com base no princípio de que um tubo curvado se deforma quando submetido à pressão. O movimento do tubo é então convertido em uma leitura de pressão por meio de um mecanismo de engrenagem.
    • Manômetro de Diafragma: Neste tipo de manômetro, a pressão do fluido é aplicada a um diafragma flexível, que se deforma de acordo com a pressão. O movimento do diafragma é então convertido em uma leitura de pressão.
    • Manômetro de Tubo de Bourdon em Espiral: Este tipo de manômetro é uma variação do manômetro de tubo Bourdon, onde o tubo curvado é em espiral. Isso permite uma medição mais precisa de pressões muito baixas.
    • Manômetro de Fole: Semelhante ao manômetro de diafragma, mas em vez de um diafragma, utiliza-se um fole flexível para medir a pressão.
    • Manômetro Digital: Em vez de usar mecanismos mecânicos para medir a pressão, os manômetros digitais usam sensores eletrônicos para converter a pressão em um sinal elétrico, que é então exibido em um visor digital.

     

    Principais características e considerações sobre manômetros:

    • Faixa de Medição: Cada manômetro é projetado para medir uma faixa específica de pressão. É importante selecionar um manômetro com uma faixa de medição adequada para a aplicação específica.
    • Precisão: A precisão de um manômetro é a medida de quão próximo ele está da verdadeira pressão. É importante escolher um manômetro com precisão adequada para as necessidades da aplicação. Temos a opção de utilizar Glicerina para estabilizar o ponteiro.
    • Conexões: Os manômetros geralmente têm conexões de entrada que permitem conectar o instrumento ao sistema de pressão que está sendo medido. Essas conexões podem ser rosqueadas, flangeadas ou de engate rápido, dependendo da aplicação.
    • Proteção: Em algumas aplicações, pode ser necessário proteger o manômetro contra danos mecânicos ou químicos. Isso pode ser feito usando capas protetoras ou gabinetes resistentes.
  • Calibrador de Banho Seco

    Calibradores de Banho Seco

    Principais características e considerações sobre calibradores de banho seco:

    1.Banho Seco: O nome “banho seco” refere-se ao método de calibração que não envolve o uso de líquidos, ao contrário dos banhos-maria. O calibrador de banho seco usa um bloco de metal aquecido eletricamente para criar uma temperatura controlada e estável para calibrar os sensores de temperatura.

    2.Precisão e Estabilidade: Os calibradores de banho seco são projetados para oferecer alta precisão e estabilidade térmica, garantindo que a temperatura do bloco de metal seja mantida com precisão ao longo do tempo.

    3.Faixa de Temperatura: Eles podem oferecer uma ampla faixa de temperatura de operação, permitindo a calibração de uma variedade de sensores de temperatura, desde baixas temperaturas até temperaturas extremamente altas.

    4.Controle de Temperatura: Os calibradores de banho seco geralmente possuem controles precisos de temperatura, permitindo que o operador ajuste a temperatura do bloco de metal conforme necessário para a calibração.

    5.Uniformidade de Temperatura: O bloco de metal é projetado para ter uma distribuição uniforme de temperatura em toda a sua superfície, garantindo que os sensores de temperatura sejam calibrados de maneira consistente e precisa.

    6.Facilidade de Uso: Muitos calibradores de banho seco são projetados com uma interface amigável e intuitiva, facilitando sua operação e configuração.

    7.Portabilidade: Alguns modelos podem ser portáteis, o que os torna ideais para uso em campo ou em locais onde a mobilidade é importante.

    8.Segurança: Os calibradores de banho seco devem incluir recursos de segurança, como proteção contra superaquecimento e isolamento térmico, para garantir a segurança do operador e do equipamento durante o uso.

    Calibradores de banho seco são essenciais para garantir a precisão e confiabilidade das medições de temperatura em uma ampla gama de aplicações industriais e de laboratório. Eles ajudam a garantir que os sensores de temperatura estejam calibrados corretamente, o que é fundamental para o controle de processos, garantia da qualidade e conformidade com os padrões regulatórios.

    Modelos:

    Termon F140

    Blocos Padrão de alumínio Ø 35 x 160mm disponíveis:
    Bloco A (com 6 furos) : 9,5 , 8,0 2×6,4 e 2×4,5 mm
    Bloco B (com 5 furos): 13,0 , 10,0 , 8,5 , 5,0 e 3,5 mm

    Faixa de temperatura* : -30 a 140 ºC
    (*): com temperatura ambiente de 20 ºC

    Resolução: 0,1 ºC

    Precisão: 0,25% da faixa

    Estabilidade: +/- 0,2 ºC

    Tempo de aquecimento: 20 a 140 ºC : 15 minutos

    Tempo de resfriamento: 20 a -30 ºC: 30 minutos

    Tempo de estabilização: 15 minutos

    Alimentação: 220 Vca +/- 10%

    Potência: 150 W

    Dimensões ( L x A x P ): 210 x 310 x 265 mm

    Termon F300

    Faixa de temperatura: 33 a 300 ºC

    Resolução: 0,1 ºC

    Precisão:
    Bloco A : 33 a 100 ºC : +/- 0,5 ºC , 100 a 300 ºC : +/- 1 ºC
    Bloco B: +/- 2 ºC

    Estabilidade: +/- 0,2 ºC

    Tempo de aquecimento: 33 a 300 ºC : 9,5 minutos

    Tempo de estabilização: 3 minutos

    Tempo de resfriamento: 300 a 100 ºC: 14 minutos

    Alimentação: 220 Vca +/- 10%

    Potência: 170 W

    Dimensões: 240 x 210 x 70 mm

    Termon F600

    Calibrador de banho seco : Com inserto de latão tipo A c/ 4 furos Ø8 x 120mm de profundidade (podendo ter outra furação mediante consulta)

    Faixa de temperatura : 50 a 600ºC

    Resolução : 1ºC

    Estabilidade absoluta após 30 minutos : + 1ºC

    Tempo de aquecimento : 50 a 600ºC : 30 minutos (bloco Ø 35mm)

    Tempo de resfriamento : 600 a 50ºC : 20 minutos

    Alimentação : 220 Vca + 10%

    Potência : 2 kW

    Dimensões : 302 x 262 x 176mm

    Termon F1200

    Calibrador de banho seco : Com bloco tipo A c/ 4 furos Ø8 x 120mm de profundidade

    Faixa de temperatura : 150 a 1200ºC

    Resolução : 1ºC

    Estabilidade absoluta após 30 minutos : + 1ºC

    Tempo de aquecimento : 100 a 1200ºC : 20 minutos

    Tempo de resfriamento : 1200 a 800ºC : 50 minutos – 1200 a 200ºC : 180 minutos

    Alimentação : 220 Vca + 10%

    Potência : 2300W

    Dimensões : 302 x 262 x 176mm

  • Termômetros

    Termômetro Digital Freezer Simples

    Faixa de temperatura: -50 ~ +110°C
    Precisão: ±1°C
    Tamanho: 47*28*14mm
    Cabo : 1 metro
    Alimentação por 2 x LR44 baterias botão
    Cor: Preto ou Branco

    Termômetro Digital Clear Max Min Interno Externo

    Faixa de medição de temperatura: Interno -10ºC 70 ºC
    Externo -50 ºC 70 ºC
    Precisão da temperatura: ± 1 grau
    Dimensões totais: 85x62x19mm
    LCD Dimensões: 39x34mm
    Cabo sensor 1 metro
    Tipo de bateria: 1 Pilha

    Termômetro Digital Max Min Interno Externo Cabo 1,8 metros Alarme

    Faixa de temperatura interna: -20 ° a 50 ° c
    Faixa de temperatura externa -50º c a 70 ° c
    Precisão da temperatura 0ºc a 50ºc (+ 1c)
    Resolução da temperatura: 0,1 °
    Sensor comprimento do fio: 1,8 metros
    Tamanho da unidade: 110x70x20 mm
    Tamanho da tela: 30×40 mm
    Fonte de energia: 1 pilha AAA

    Termômetros Digital Espeto Alimento -50 a 300 °C

    Faixa de temperatura: -50 ~ + 300°C
    Precisão: ±1°C
    Tamanho: 23*2*2 mm
    Haste inox 150 mm
    Cor: Preto
    Alimentação por 1 x LR44 baterias botão

    Termopar Digital Tipo K TM-902C -50 a 1300 °C

    Faixa de medição de temperatura: Interno -50 °C 1300 °C
    Função Liga e Desliga
    Tamanho 10,5×7,2×2,3 cm
    Fonte de energia: 2 pilhas AAA
    Cor Preto
    Entrada para Mini Conector tipo K

    Termómetro Digital Externo Para Aquário

    Faixa de temperatura : 0 a 60° c
    Precisão da temperatura 0,5 °C
    Tamanho da unidade: 43x43x12 mm
    Fonte de energia: 1 bateria CR2032
    Adesivo incluso

    Termômetro Medidor Digital Interno Geladeira

    Faixa de medição de temperatura: Interno -20 °C a 60 °C
    Tamanho 68x43x10 mm
    Fonte de energia: 1 bateria CR2032
    Botão On – Off
    Cor Branco
    Suporte para Geladeira (interno)

Termon

Temperatura na Medida

A Termon é parceira dos maiores fabricantes de Termômetros Industriais. Possuímos ampla variedade de termômetros, medidores para aplicação industrial e comercial.

Sensores de Termometria

Medir e controlar a temperatura de seu processo é fundamental. Deixe essa responsabilidade com a Termon, termopares, sensores e acessórios para total qualidade na sua medição.
UM GRANDE DESAFIO

Um pouco da nossa história...

Em 1986, dois irmãos começaram a trabalhar juntos como montadores de uma grande empresa de temperatura na Zona Norte de São Paulo. O tempo passou e experiência e conhecimento na arte da fabricação de sensores de temperatura foi aumentando e após mais de 10 anos, eles foram chamados para a formação de um novo projeto, que hoje é uma das empresas referência no mercado de medição de temperatura no Brasil.

APROVEITE A COMODIDADE PARA COMPRAR ON-LINE

Atendemos todo o território nacional através de nossos representantes, distribuidores e nossa loja virtual.

NOSSOS DIFERENCIAIS

Tradição, inovação, qualidade e assistência
com excelência comprovada por todos os seus clientes.

PADRÃO DE EXCELÊNCIA EM QUALIDADE

SOLUÇÕES TERMON

0

 ANOS FAZENDO HISTÓRIA

Temos uma equipe técnica especializada para atendê-los em suas necessidades, com agilidade e eficiência.

ATENDIMENTO PERSONALIZADO

Entre em contato para entendermos melhor a sua necessidade no processo de medição e controle de sua empresa.

Prezamos uma relação fiel e transparente com nossos parceiros. Comprometimento total com a qualidade dos produtos. Honrar sempre prazos de entregas com Responsabilidade Social e Ambiental e um atendimento ao cliente de ponta, rápido, eficiente e objetivo sempre buscando a evolução e automatização continua dos processos.

Principais Benefícios de Nossos Produtos

Longa Vida Útil
100%
Resistência Mecânica
100%
Versatilidade
100%
Durabilidade
100%